Bracarae - O fórum de Braga! • Ver Tópico - Braga-Guimarães por Ferrovia

Braga-Guimarães por Ferrovia  

Espaço para a discussão sobre os transportes.

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor Duarte » quinta jan 03, 2013 7:38 pm

Movimento de cidadãos defende maior mobilidade

Um grupo de cidadãos criou na rede social facebook um movimento a favor de uma maior mobilidade ferroviaria no Minho.
De acordo com os subscritores o objectivo é lançar a ideio de uma mobilidade ferroviaria reforçada entre os principais cidades minhotas sem que tal implique grandes custos.

Os promotores defendem a criação da linha do baixo minho entre Braga e Guimaraes...

Aproveitando a existencia das duas cidades serem servidas por ramais ,o Movimento de cidadãos pretende que em Lousado sejam criadas condições técnicas para permitir a passagem dos comboios provenientes de Braga ate Guimaraes e vice-versa..sem que os passageiros tenham necessidade de mudarem de carruagens.


Alguém sabe o link da página? Já a tentei encontrar e não consegui..
|Days of War|
Avatar do Utilizador
Duarte
Administrador
 
Mensagens: 5081
Registado: quinta mai 21, 2009 9:51 pm
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor Meireles88 » domingo fev 17, 2013 1:22 am

JN Escreveu:Fim do TGV mata sonho do comboio entre Braga e Guimarães

O anúncio do fim do TGV acabou com o desejo em criar uma linha ferroviária entre Braga e Guimarães. Atualmente, uma viagem de comboio entre as duas principais cidades do Minho demora uma hora e meia.

Braga e Guimarães têm projetos comuns, como a Universidade do Minho, o Parque de Ciência e Tecnologia, e inúmeras empresas com filiais nos dois concelhos. Foram estes os principais motivos apontados pela CDU de Guimarães quando, em 1999, aventou a hipótese de criar a linha de comboio do Baixo Minho.

Chamavam-lhe "o fecho da malha ferroviária", pois é a ligação que falta nos quatro maiores concelhos minhotos. Braga e Guimarães anuíram, anos mais tarde, e encomendaram um estudo apresentado na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte. Este previa a criação de um metro de superfície, com poucas paragens e uma extensão de cerca de 30 quilómetros que ligaria ambas as cidades, com passagens pela Universidade do Minho, Instituto de Nanotecnologia e Avepark.

Havia duas possibilidades no trajeto: uma era o prolongamento da linha de Guimarães e extensão da mesma até Ponte, Taipas e fim em Braga; Outra era o aproveitamento das condições já criadas com a construção da A 11, por onde se previa que passasse a linha do TGV Porto-Braga.

CDU não desiste

Aparentemente, não haveria dificuldades até ao insucesso do TGV, que fez com que o estudo não saísse das gavetas da CCDR-N. Abriu-se, no início do mês, uma réstia de esperança para os defensores do projeto, mas o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, anunciou a decisão "irreversível" de cancelar o TGV.

Sílvio Sousa, da Concelhia da CDU de Guimarães, reconhece que este "é um forte revés nas pretensões" daquele partido, mas recusa deitar a toalha ao chão: "As notícias de morte do TGV são prematuras, ainda se vai falar muito disso".

De resto, cada instituição encontra por si soluções alternativas para o transporte. A A11, cuja concessionária Ascendi estima ter 30 mil passageiros diários, é uma delas. Já a Universidade do Minho, através da Associação Académica, criou um percurso de autocarro exclusivo a estudantes e com preço mais reduzido.

@JN
http://www.mariomeireles.net

www.aasdsv.com -> Associação dos Amigos de São Domingos/São Vítor
Avatar do Utilizador
Meireles88
Administrador
 
Mensagens: 3098
Registado: quarta set 10, 2008 12:10 am

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor karlussantus » domingo fev 17, 2013 1:56 am

Tal como coloquei no skyscrapercity.

...num país com políticos decentes o processo é precisamente o contrário, primeiro fomenta-se o uso do comboio e só depois vêm os TGVs...

Urbanos do Minho

Fase 0
Concordância em Nine e Lousado.

Fase 1
Linha Barcelos-Braga-Guimarães
Eletrificação Nine-Viana

Fase 2
Eletrificação Viana-Fronteira
Linha Guimarães-Fafe
Linha Braga-Vila Verde

Fase 3
TGV Porto-Braga-Vigo

O JN desde que começou a dar notícias do Minho, é só asneiras...
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3614
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor Mr Strangelet » terça fev 18, 2014 5:03 pm

Especialista defende BRT como alternativa ao metro de superfície entre Braga e Guimarães

Publicado em 18 de Fevereiro de 2014.


O sistema Bus Rapid Transit (BRT), já utilizado com sucesso em países como Brasil, França e Estados Unidos, pode ser uma alternativa mais barata à linha ferroviária entre as cidades de Braga e Guimarães, falada há vários anos e perspectivada na proposta de revisão do PDM (Plano Director Municipal).

Segundo explica o Menos Um Carro, esta ideia foi defendida pelo arquitecto Tomás Allen, especialista em transportes públicos e renovação urbana, à margem de uma acção com trabalhadores dos Transportes Urbanos de Braga (TUB).

Este gestor de projectos no Departamento de Transportes de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, adiantou ainda que a linha de metro de superfície que a proposta de PDM acautela com a reserva de um espaço canal, “não será a única” via possível para ligar Braga e Guimarães, escreve o Correio do Minho.

Assim, o sistema BRT – um autocarro com uma faixa exclusiva, que o impede de ficar preso no trânsito – deve ser equacionado como uma proposta menos pesada em termos de investimento.

Esta solução de “transporte rodoviário em canal dedicado, sem interferências de trânsito individual pode funcionar”, considerou Tomás Allen, destacando que a criação de faixas exclusivas para autocarros, com um modo de funcionamento idêntico ao transporte sobre trilhos, pode ser equacionada, caso os estudos de procura não justifiquem o investimento mais vultuoso na ferrovia.

A nível concelhio, Tomás Allen incentivou os TUB “a desenvolver transporte colectivo que cative as pessoas”, através da melhoria das condições de conforto e a “disponibilização de tecnologias”. Acesso à Internet, dispositivos de carregamento de telemóveis, ar condicionado e música ambiente nos autocarros foram sugestões apresentadas pelo arquitecto que desafiou a administração e colaboradores a perguntarem aos passageiros como é que os TUB os podem “fazer felizes dentro do transporte público”.

Leia mais sobre este assunto no Menos Um Carro, plataforma de conteúdos ligados à mobilidade sustentável, made in Portugal.


http://greensavers.sapo.pt/2014/02/18/e ... guimaraes/
ImagemImagem :FACEPALM: ImagemImagem
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5366
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor karlussantus » quarta fev 19, 2014 2:06 am

Essa é a tal ideia que saiu há uns dias no Correio do Minho e que impede o desenvolvimento da rede ferroviária no Minho.
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3614
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor mister B » quarta fev 19, 2014 1:51 pm

Pois, Investimentos que não resolvem nada, e ainda vão utilizar no futuro para justificar "não existe procura", só uma manobra para não serem acusados de má fé e continuar a concentrar o investimento nos sítios do costume....
I love Braga
mister B
Arcebispo
 
Mensagens: 1474
Registado: sábado jul 05, 2008 9:27 pm

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor Duarte » sexta fev 28, 2014 2:15 pm

Antes deste senhor que mal conhece Braga e a região ter achado que descobriu a pólvora já eu falei aqui em BRT há muito.

Este senhor só pode estar bêbedo quando sugere fazer uma ligação Braga-Guimarães neste sistema que mais não é do que autocarros a andar em faixas bus. Isto é para meio urbano e em Braga seria uma boa alternativa ao metro/eléctrico se as pessoas aqui não tivessem manias riquistas de aversão ao autocarro e que "andar de metro ou no meu bmw é que é in".
|Days of War|
Avatar do Utilizador
Duarte
Administrador
 
Mensagens: 5081
Registado: quinta mai 21, 2009 9:51 pm
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor Msilva » quarta mar 05, 2014 6:48 am

Transportes públicos é coisa de pobre. Esta mentalidade e a classe politica actual impedem qualquer fico de modernização/expansão das redes de transportes públicos.

Três autoestradas paralelas até Lisboa é que é.
Msilva
Bispo
 
Mensagens: 119
Registado: segunda ago 03, 2009 2:35 pm

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor karlussantus » quarta mar 26, 2014 6:55 pm

mister B Escreveu:Pois, Investimentos que não resolvem nada, e ainda vão utilizar no futuro para justificar "não existe procura", só uma manobra para não serem acusados de má fé e continuar a concentrar o investimento nos sítios do costume....


Duarte Escreveu:Antes deste senhor que mal conhece Braga e a região ter achado que descobriu a pólvora já eu falei aqui em BRT há muito.

Este senhor só pode estar bêbedo quando sugere fazer uma ligação Braga-Guimarães neste sistema que mais não é do que autocarros a andar em faixas bus. Isto é para meio urbano e em Braga seria uma boa alternativa ao metro/eléctrico se as pessoas aqui não tivessem manias riquistas de aversão ao autocarro e que "andar de metro ou no meu bmw é que é in".


Exatamente... o BRT será uma solução para a ligação Estação-Centro-UM, enquanto não se cria a rede de elétrico nesse mesmo percurso.

Políticos que defendam isto e a colocação de Braga e Guimarães na rede ferroviária de Portugal e da Euro-Região é que na minha opinião estão a defender os interesses de Braga. Agora defender-se um BRT para ligar Braga a Guimarães... vá e não volte!
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3614
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor Esteves » terça abr 15, 2014 12:22 pm

karlussantus Escreveu:Não dá para ler, se calhar o ideal será gravar logo em JPG e depois colocar no imageshack.
Ou então colocar no panoramio que permite imagens com vários megas.

Sugiro partilharmos numa página Dropbox e adcionar todos que estiverem interessados. O que acham?
Esteves
Bispo
 
Mensagens: 87
Registado: segunda abr 09, 2012 5:56 pm

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor tomasallen » terça dez 09, 2014 8:22 am

Duarte Escreveu:Antes deste senhor que mal conhece Braga e a região ter achado que descobriu a pólvora já eu falei aqui em BRT há muito.

Este senhor só pode estar bêbedo quando sugere fazer uma ligação Braga-Guimarães neste sistema que mais não é do que autocarros a andar em faixas bus. Isto é para meio urbano e em Braga seria uma boa alternativa ao metro/eléctrico se as pessoas aqui não tivessem manias riquistas de aversão ao autocarro e que "andar de metro ou no meu bmw é que é in".



Caro Duarte, bom dia.

Só agora encontrei esta discussão aqui no Fórum e achei que devia responder.

Antes de mais, queria esclarecer que conheço bastante bem Braga e as suas questões de mobilidade. Já há alguns anos que investigo sobre a mobilidade de Braga e já fiz outras intervenções publicas sobre mobilidade na cidade, muito antes desta acção nos TUB.

Em segundo lugar também quero esclarecer que não estava bêbado. :) Tinha acabado de tomar o pequeno almoço! Devo dizer que a pergunta do jornalista sobre a ligação Braga-Guimarães me apanhou de surpresa. Estava la a falar de outros problemas e não tinha, na altura, dados concretos que me permitissem apontar a melhor solução para essa ligação. Falar no BRT foi um pouco por instinto para apontar uma alternativa mais económica (cerca de 1/3 do custo) comparando com o LRT (metro ligeiro).

Por favor entenda que não tenho nada contra a ferrovia! Trabalho com metro ligeiro há 17 anos e metro pesado há quatro. O que acontece e que tenho noção clara dos custos envolvidos e noção clara de que só números de procura muito elevados poderão justificar tal investimento (principalmente, na época que Portugal atravessa).

Ainda estou a trabalhar em Abu Dhabi, terra onde as limitações orçamentais simplesmente não existem. E mesmo aqui - numa rede onde também temos metro pesado e metro ligeiro – estamos a projectar algumas linhas de BRT para ligações onde não se justifica um meio com maior capacidade. O projecto de BRT e idêntico ao das linhas de LRT. Apenas não se instala (de imediato) a linha férrea. No caso de Abu Dhabi e outras cidades onde se instala BRT, tudo deve ser feito para que no futuro, com o aumento de procura, o sistema BRT seja facilmente convertido em LRT.

Um ultimo esclarecimento para dizer que BRT é muito mais do que autocarros a andar em faixas BUS. Sugiro uma breve pesquisa aos sistemas BRT de Metz (Franca) ou de Eindhoven (Holanda) para ver como pode tão bonito, confortável, fiável, pontual e seguro como um metro ligeiro. Veja também os muitos sistemas BRT que estão a ser instalados no Brasil, ou as muitas dezenas na China – actualmente a economia mais forte do mundo.

Tudo isto para dizer que um BRT actual pode realmente ser uma solução e pode prestar um serviço tão bom como um metro ligeiro. No entanto, não elimino nenhuma outra tecnologia – que terá de ser sempre justificada pela procura e pelos potenciais impactos sócio-económicos e ambientais. Sobre a ligação Braga-Guimarães, tenho hoje bastante mais informação e até penso que a tecnologia para ligar as duas cidades pode ser bem diferente. No futuro falaremos.

Envio-lhe os meus cumprimentos e estarei sempre disponível para discutir mobilidade sustentável em Braga.
tomasallen
Leigo
 
Mensagens: 1
Registado: terça dez 09, 2014 7:04 am

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor karlussantus » quarta dez 10, 2014 2:14 am

tomasallen Escreveu:
Duarte Escreveu:Antes deste senhor que mal conhece Braga e a região ter achado que descobriu a pólvora já eu falei aqui em BRT há muito.

Este senhor só pode estar bêbedo quando sugere fazer uma ligação Braga-Guimarães neste sistema que mais não é do que autocarros a andar em faixas bus. Isto é para meio urbano e em Braga seria uma boa alternativa ao metro/eléctrico se as pessoas aqui não tivessem manias riquistas de aversão ao autocarro e que "andar de metro ou no meu bmw é que é in".



Caro Duarte, bom dia.

Só agora encontrei esta discussão aqui no Fórum e achei que devia responder.

Antes de mais, queria esclarecer que conheço bastante bem Braga e as suas questões de mobilidade. Já há alguns anos que investigo sobre a mobilidade de Braga e já fiz outras intervenções publicas sobre mobilidade na cidade, muito antes desta acção nos TUB.

Em segundo lugar também quero esclarecer que não estava bêbado. :) Tinha acabado de tomar o pequeno almoço! Devo dizer que a pergunta do jornalista sobre a ligação Braga-Guimarães me apanhou de surpresa. Estava la a falar de outros problemas e não tinha, na altura, dados concretos que me permitissem apontar a melhor solução para essa ligação. Falar no BRT foi um pouco por instinto para apontar uma alternativa mais económica (cerca de 1/3 do custo) comparando com o LRT (metro ligeiro).

Por favor entenda que não tenho nada contra a ferrovia! Trabalho com metro ligeiro há 17 anos e metro pesado há quatro. O que acontece e que tenho noção clara dos custos envolvidos e noção clara de que só números de procura muito elevados poderão justificar tal investimento (principalmente, na época que Portugal atravessa).

Ainda estou a trabalhar em Abu Dhabi, terra onde as limitações orçamentais simplesmente não existem. E mesmo aqui - numa rede onde também temos metro pesado e metro ligeiro – estamos a projectar algumas linhas de BRT para ligações onde não se justifica um meio com maior capacidade. O projecto de BRT e idêntico ao das linhas de LRT. Apenas não se instala (de imediato) a linha férrea. No caso de Abu Dhabi e outras cidades onde se instala BRT, tudo deve ser feito para que no futuro, com o aumento de procura, o sistema BRT seja facilmente convertido em LRT.

Um ultimo esclarecimento para dizer que BRT é muito mais do que autocarros a andar em faixas BUS. Sugiro uma breve pesquisa aos sistemas BRT de Metz (Franca) ou de Eindhoven (Holanda) para ver como pode tão bonito, confortável, fiável, pontual e seguro como um metro ligeiro. Veja também os muitos sistemas BRT que estão a ser instalados no Brasil, ou as muitas dezenas na China – actualmente a economia mais forte do mundo.

Tudo isto para dizer que um BRT actual pode realmente ser uma solução e pode prestar um serviço tão bom como um metro ligeiro. No entanto, não elimino nenhuma outra tecnologia – que terá de ser sempre justificada pela procura e pelos potenciais impactos sócio-económicos e ambientais. Sobre a ligação Braga-Guimarães, tenho hoje bastante mais informação e até penso que a tecnologia para ligar as duas cidades pode ser bem diferente. No futuro falaremos.

Envio-lhe os meus cumprimentos e estarei sempre disponível para discutir mobilidade sustentável em Braga.


Agradeço desde já a sua participação no Fórum e ainda mais a disponibilidade para discutir este assunto sem reservas.

Em relação à ligação Braga-Guimarães, porque razão continuam a pensar nela isoladamente do arco metropolitano que nos rodeia e dos sistemas urbanos que nele existem!?
Também o Tomas Allen quando fala em sistemas ligeiros, indiretamente está a fazê-lo. Pois apesar da intermodalidade que pode existir entre o BRT/LRT e a linha ferroviária convencional, perde-se a possibilidade de colocar Braga e Guimarães em rede com a Euro-Região e de fechar o anel ferroviário.

Olhando para a atual rede, Braga e Famalicão possuem ligação ferroviária convencional, sendo das que tem maior taxa de cobertura em Portugal, porque está inserida na linha para o Porto e para o restante País. Contudo se fosse feito um estudo isolado para verificar se as duas necessitavam de uma linha ferroviária convencional a liga-las, certamente que por si só não a justificariam.

Então porque é que quando se fazem "estudos", ou simplesmente se pensa numa ligação Braga-Guimarães e Braga-Barcelos, se exclui toda a restante rede e todas as novas ligações que seriam criadas!?

Na minha opinião, esta ligação não deve ser pensada apenas como uma nova linha Braga-Guimarães e Braga-Barcelos, que terá serviços novos e independentes, deve ser pensada como um prolongamento dos atuais serviços (urbanos).

Prolongamento da Linha Guimarães
Porto-Lousado-Santo Tirso-Vizela-Guimarães - (prolongamento)-Fermentões-Ponte-Taipas-Esporões-Lomar-Braga(Centro)
É fácil de perceber, que o prolongamento do serviço vai permitir à população que se encontra dentro desta nova área de influencia, deslocar-se entre Braga e Guimarães, mas também entre Taipas-Porto, Braga-Santo Tirso, Braga-Vizela, Taipas-Guimarães, Taipas-Lisboa... Captando novos utentes e aumentando a taxa de cobertura da atual linha de Guimarães. Estaríamos a falar de cerca de 17,5km de linha nova.

Prolongamento da Linha Braga
O mesmo se passaria para a Linha (Ramal) de Braga.
Opção 1: Porto-Famalicão-Nine-Mazagão-Braga-Mazagão-(ramificação)-Sequeira-Martim-Rio Covo Santa Eugénia-(Linha do Minho)-Barcelos / cerca de 11,5km linha nova
Opção 2: Porto-Famalicão-Nine-Braga-Gondizalves-Tibães-Galegos-Tamel-Barcelos / cerca de 17km linha nova

Com a criação destas 2 novas linhas (cerca de 29km ou 34,5km de linha nova), feita com base no prolongamento do serviço dos urbanos da Linha de Braga e Guimarães, seria então possível a introdução de serviços diretos desde Vigo (Viana-Barcelos-Braga-Guimarães) até ao Porto, e dentro do Minho.
Ou seja, acabaríamos com o erro que foi a conceção de uma Linha do Minho que não está ligada nem a Braga nem a Guimarães, e na qual o eixo atlântico está apostado em gastar milhões. Isto, depois dos estudos da Linha de Alta Velocidade preverem o fecho da rede ferroviária convencional entre Viana-Barcelos-Braga-Guimarães, por forma a tornar rentável o TAV. Agora para a Linha de "Velocidade Elevada" Porto-Vigo, a dotação para este fecho foi esquecida e parece que já “não é necessário” fechar o anel ferroviário...

Em relação aos sistemas ligeiros a que se refere, toda esta lógica de viajar sem transbordos em rede por toda a região, estaria excluída, perdendo-se o interesse regional de colocar Braga e Guimarães em rede. Ao invés estaremos mais confinados à escala local de uma ligação Braga-Guimarães. Em relação a essa escala local/urbana, parece-me que estes serviços LRT e BRT devem começar por se cingir à área de grande pendularidade com o centro urbano de Braga, e devem cruzar os 6/7 grandes geradores de movimentos pendulares dentro do perímetro urbano de Braga.
Dentro desta escala devemos começar por reformular as atuais linhas dos TUB, que devem ter 6 ou 7 percursos que funcionariam como metro/brt, e as linhas que vão para as freguesias rurais e periféricas devem ser prolongadas além município, nas áreas onde existe maior pendularidade com o centro urbano de Braga. Como são exemplo os eixos, Braga-Real-Merelim-Prado-Laje-Moure, Braga-Palmeira-Soutelo-Loureira-Vila Verde, Braga-Adaufe-Crespos-Pousada-Amares, antes de se procurar servir um eixo tão extenso como o de Braga-Guimarães.

Parece-me que mais uma vez em Portugal se inverte a lógica do pensamento... Pensam numa Linha de Velocidade Elevada, antes de existir uma rede convencional que a sustente, e pensam num LRT ou BRT que liga duas cidades muito independentes, antes de pensarem num LRT ou BRT que sirva o respetivo centro urbano e área “metropolitana”.

Teria todo o gosto em discutir aprofundadamente este assunto e outros relacionados, consigo e com os técnicos da CMB pois continuo a discordar da estratégia regional adotada em Braga.
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3614
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor karlussantus » sexta fev 13, 2015 8:20 pm

karlussantus Escreveu:...
Prolongamento da Linha Braga
O mesmo se passaria para a Linha (Ramal) de Braga.
Opção 1: Porto-Famalicão-Nine-Mazagão-Braga-Mazagão-(ramificação)-Sequeira-Martim-Rio Covo Santa Eugénia-(Linha do Minho)-Barcelos / cerca de 11,5km linha nova
Opção 2: Porto-Famalicão-Nine-Braga-Gondizalves-Tibães-Galegos-Tamel-Barcelos / cerca de 17km linha nova

Com a criação destas 2 novas linhas (cerca de 29km ou 34,5km de linha nova), feita com base no prolongamento do serviço dos urbanos da Linha de Braga e Guimarães, seria então possível a introdução de serviços diretos desde Vigo (Viana-Barcelos-Braga-Guimarães) até ao Porto, e dentro do Minho.
Ou seja, acabaríamos com o erro que foi a conceção de uma Linha do Minho que não está ligada nem a Braga nem a Guimarães, e na qual o eixo atlântico está apostado em gastar milhões. Isto, depois dos estudos da Linha de Alta Velocidade preverem o fecho da rede ferroviária convencional entre Viana-Barcelos-Braga-Guimarães, por forma a tornar rentável o TAV. Agora para a Linha de "Velocidade Elevada" Porto-Vigo, a dotação para este fecho foi esquecida e parece que já “não é necessário” fechar o anel ferroviário...

...


Percurso Eixo Atlântico quer comboio entre Corunha e Lisboa com paragem em Braga

"Esse é o passo seguinte", afirmou Xoan Mao, em Braga, durante a conferência de imprensa de apresentação da 23.ª Assembleia Geral do Eixo Atlântico.

...

Nesta altura, a exigência do Eixo passa pelo cumprimento do prazo acordado entre os governos de Portugal e Espanha para a modernização da Linha do Minho, para que a ligação entre Porto e Vigo se passe a cumprir em 90 minutos.

"A data de 2017 é inegociável", referiu.

Atualmente, o tempo da viagem entre Porto e Vigo é de cerca de duas horas e 15 minutos, com paragens em Valença, Viana do Castelo e Nine.

Para Xoan Mao, o passo seguinte será estender a ligação a Lisboa, do lado português, e à Corunha, na Galiza, com paragens obrigatórias em Braga.

"Alguém concebe que não pare na terceira maior cidade portuguesa?", questionou.

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, admitiu que "é importante" que o comboio pare naquela cidade e defendeu que os estudos técnicos se deveriam realizar "desde já".

Segundo o autarca, a opção pela paragem em Braga implicaria a construção de cerca de 10 quilómetros de linha nova.

"Temos de defender esse novo investimento", disse ainda Ricardo Rio.

O Eixo Atlântico é uma associação de congrega 34 municípios do norte de Portugal e da Galiza mas que a partir de 19 de fevereiro contará oficialmente com mais quatro, já que a Assembleia Geral vai aprovar a entrada da Maia, Santa Maria da Feira, Lugo e Corunha.

http://www.noticiasaominuto.com/economi ... m-em-braga


:roll: :roll: :roll: :drink:
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3614
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor El Salvador » sexta fev 13, 2015 8:33 pm

Os especialistas, Carlos e companhia, por favor expliquem-me estes 10Km de linha nova referidos por RRio. Nao estou a perceber o filme...
El Salvador
Arcebispo
 
Mensagens: 1416
Registado: quarta fev 20, 2008 5:17 pm

Re: Braga-Guimarães por Ferrovia

Mensagempor karlussantus » sexta fev 13, 2015 9:47 pm

El Salvador Escreveu:Os especialistas, Carlos e companhia, por favor expliquem-me estes 10Km de linha nova referidos por RRio. Nao estou a perceber o filme...



Podem ler a minha participação no PDM de Braga. Fiz um documento a justificar o prolongamento do Ramal de Braga até Barcelos e da Linha de Guimarães até Braga.
https://www.dropbox.com/s/377wbnrs4vbo3 ... s.pdf?dl=0

Vou só alterar o "esboço" do traçado, para um espaço canal para o estudo da linha, e depois vou publicar também no blogue.
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3614
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

AnteriorPróximo

Voltar para Transportes

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron