Bracarae - O fórum de Braga! • Ver Tópico - Formas de Luta

Formas de Luta  

Espaço para a discussão sobre temas da nossa sociedade e política.

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » domingo mar 15, 2009 2:24 pm

Por exemplo as obras na zona do Liceu de Sá de Miranda estão a ser acompanhadas? Bem perto fica a Igreja de S. Vicente e junto passava a VIA NOVA para Asturica.

Está prevista, tanto quanto sei dos jornais, a recuperação do vale do Rio Este. Trata-se de uma oportunidade excelente para se verificar a hipotética existência de equipamentos antigos, romanos e medievais, ligados ao aproveitamento da energia hidráulica ou explorações agrícolas.

Acho muito bem que se investigue todo o processo das Sete Fontes, mas entretanto as máquinas, na obra do Novo Hospital, circulam todos diariamente sobre as galerias (diz-se que foram descobertas mais, não assinaladas na classificação) e pouco se sabe sobre as medidas de protecção e os estudos em curso.

As ruínas do Canto sudeste do quarteirão são de extremo interesse patrimonial e científico. Faço votos para que sejam efectivamente musealisadas e não aconteça o mesmo que se verifica com a Insula das Carvalheiras.

Francisco Sande Lemos

https://www.blogger.com/comment.g?blogI ... Popup=true
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » quarta abr 01, 2009 4:46 pm

Recebi o seguinte email:

O Bloco de Esquerda de Braga apresentou hoje em conferência de imprensa uma petição dirigida às câmaras do distrito que integram a Braval, no sentido de destituirem Domingos Névoa do cargo de presidente da entidade.
A petição pode ser consultada e assinada aqui http://www.petitiononline.com/nevoanao/petition.html

Fernando Nunes da Silva, urbanista, professor catedrático do IST – Saldanha Sanches, fiscalista, professor universitário – Pedro Soares, geógrafo, coordenador autárquico do BE – João Delgado, professor, deputado municipal em Braga – Francisco Louçã, economista, deputado – João Semedo, médico, deputado – Alda Macedo, professora, deputada - João Teixeira Lopes, sociólogo, professor universitário – Custódio Braga, professor, Braga – Adelino Mota, deputado municipal em Famalicão – Sofia Carvalho, escultora, Braga – José Gonçalves da Silva, deputado municipal em Braga
________________________________________
Câmaras municipais de Braga, Póvoa de Lanhoso, Amares, Vila Verde, Terras de Bouro e Vieira do Minho
Considerando que Domingos Névoa foi eleito, por unanimidade, presidente da empresa intermunicipal “Braval”, de modo indigno para a democracia, a transparência e a luta contra a corrupção.

Considerando que o referido cidadão foi condenado a 23 de Fevereiro pelo crime de corrupção activa, na sequência da tentativa de corrupção do vereador da Câmara de Lisboa José Sá Fernandes.

Considerando que como agente corruptor Domingos Névoa deve merecer a censura e não o prémio daqueles que são eleitos pelo povo para gerirem a coisa pública.

Os abaixo-assinados reclamam junto das câmaras municipais de Braga, Póvoa de Lanhoso, Amares, Vila Verde, Terras de Bouro e Vieira do Minho, para que reconsiderem na sua decisão e destituam Domingos Névoa do cargo para que foi eleito.

Portugal, 31 de Março de 2009


--
Bloco de Esquerda
Av. Central, 54 - 2º
Braga

bloco.braga@gmail.com


Neste país os corruptores são premiados no dia seguinte.
Só mostra como está tudo minado...
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor CesarGomes » quarta abr 01, 2009 7:50 pm

é um país de nojices...
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor Bracarensis » quarta abr 01, 2009 9:05 pm

CesarGomes Escreveu:é um país de nojices...
...Não! Isto não é a República das Bananas... Não! ...É uma República DE Bananas! :twisted:
...Se gostas da noite, conquista o teu pedacinho de Céu e não tires os olhos de cima!!!
ImagemImagem
Avatar do Utilizador
Bracarensis
Arcebispo
 
Mensagens: 855
Registado: quarta nov 19, 2008 11:47 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor CesarGomes » quarta abr 01, 2009 9:36 pm

Às vezes só me apetece fugir daqui... com uma terra tão boa, nunca vi povo a desperdiçar tanta oportunidade e recursos...
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor jcmarques » quinta abr 02, 2009 8:36 am

pois é, uma terra tão boa e poucos sabem disso :(
Imagem
Imagem
Avatar do Utilizador
jcmarques
Cardeal
 
Mensagens: 2463
Registado: terça abr 22, 2008 8:48 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » segunda abr 06, 2009 1:35 am

Depois da "vitória" no caso Névoa. Temos outra luta...

Boa Noite, serve este email para alertar para o seguinte…

Terrenos envolventes do Monumento Nacional das Sete Fontes, à venda!?
Com o vasto estudo Arqueológico, defendido por todos os arqueólogos, por realizar.

Num Fórum sobre Braga um utilizador alertou para a situação.
viewtopic.php?f=5&t=28&p=14438#p14438

A Empresa JSqimo tem o seguinte anuncio em:
http://www.casas.com.pt/procurar-encont ... 50000-0&a=
---
Terreno Urbano 3.500.000€
Área: 57.950 m² Concelho: Braga Freguesia: braga (São Vítor)
Terreno urbanizável com uma área total de 57.950 m2. Junto ao Novo Hospital de braga Uma excelente oportunidade de negócio numa zona tranquila próxima do centro da cidade de braga .
Empresa: Jsqimo
---

No site da Jsqimo podemos encontrar:
http://www.jsqimo.com/?op=31&idImovel=123
Imagens do terreno e uma planta com os terrenos em questão.

Através dessas imagens o utilizador do fórum realizou uma sobreposição da imagem em satélite do local, a qual envio em anexo.

Este terreno a urbanizar, destrói toda a zona envolvente das Sete Fontes.
Como está a ser feita uma revisão do PDM e como entretanto as Sete Fontes foram classificadas, urge alertar para a necessidade da alteração do PDM, pois toda esta área está como urbanizável.

É necessária uma protecção de toda a zona envolvente do monumento já classificado e onde é necessário um vasto estudo arqueológico, defendido por todos os arqueólogos, com vista o estudo tanto do abastecimento à Cidade Romana, como à Cidade Medieval.

Esta zona tem que ser alterada no PDM, e a CMB, apesar de afirmar o contrário, a destruição feita em 1995 deixa antever o pior para todo o complexo, para se urbanizar ainda mais, num concelho que tem milhares de novos fogos por ocupar. O processo de revisão está a decorrer, e não se prevê qualquer contemplação deste facto, nessa nova revisão.

Grato pela atenção
Carlos Santos


De: Carlos Santos [mailto:karlussantus@sapo.pt]
Enviada: segunda-feira, 6 de Abril de 2009 02:46
Para: arqinfo@uaum.uminho.pt; 'avcentral@gmail.com'; 'braga maldita'; Zé de Braga; 'bloco.braga@gmail.com'; 'bloco.esquerda@bloco.org'; 'braga@jn.pt'; 'belem@presidencia.pt'; 'comunica@cm-braga.pt'; 'cultura@cm-braga.pt'; diaseguinte@sic.pt; 'geral@psdbraga.com'; 'gab.presidencia@cm-braga.pt'; Luís Fernando Oliveira Fontes; 'noticias@jn.pt'; 'Pedro Vila-Chã (JN/djn)'; 'rrio@juntosporbraga.com'; 'reportagem@correiomanha.pt'
Assunto: Destruição das Sete Fontes, por 3.500.000€ ?


Quem quiser...
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » quarta abr 08, 2009 4:36 pm

Boa tarde, segundo o documento publicado pela UAUM, http://www.uaum.uminho.pt/novidades/RAH.pdf , encontrava-se em curso uma intervenção, na Rua Afonso Henriques, n.º 20-28 e Rua de Santo António das Travessas, n.º 1-3, promovida pela ATRITO, Engenharia e Construções, que poderia estar concluída em Janeiro de 2009.

Como entretanto a empresa Atrito publicou:
“Os trabalhos destinam-se a assegurar o registo integral dos vestígios arqueológicos de época medieval e romana já identificados, os quais, apesar de não revestirem interesse de conservação "in situ" e, portanto, não determinarem qualquer impedimento à obra projectada exigem um registo detalhado e rigoroso.”
http://www.atritoengenharia.pt/content. ... ewsID=1553

Tendo depois alterado o texto, e referido o seguinte:
“Da pesquisa Arqueológica no local, salienta-se a existência de um muro romano com interesse de conservação, o qual será musealizado “in situ”.”
http://www.atritoengenharia.pt/content. ... ewsID=1554

Perante as diferentes notícias reveladas pela Empresa, e perante o vasto espólio que a UAUM apresentou no documento acima referido, gostaria de saber se os trabalhos arqueológicos já se encontram concluídos, que achados arqueológicos de valor foram encontrados, e se está prevista a publicação de um relatório dos trabalhos realizados.

Grato pela atenção dispensada,
Carlos Santos


Email enviado à UAUM.

Inicialmente não seriam musealizados, mas entretanto mudaram.
Por coincidencia aconteceu por volta de Nov/Dez, será que as mentalidades estão a mudar?

Quem quiser participar :)
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor Mr Strangelet » quarta abr 08, 2009 5:20 pm

Das três uma, ou o muro ainda nao tinha sido encontrado, ou ja tinha sido encontrado mas a principio parecia não ter grande interesse, ou então as mentalidades estão mesmo a mudar. :good: :)
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5367
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » sexta abr 10, 2009 1:11 pm

http://blocobraga2009.blogspot.com/
O Diário do Minho noticia hoje que um cidadão apresentou uma proposta alternativa à variante que servirá o novo hospital de Braga, e que "visa corrigir os erros que têm sido apontados ao traçado defendido pelo município".

Acrescenta o DM que "embora aproveitando parte do traçado defendido pela autarquia bracarense, a solução alternativa desvia a variante das áreas em que poderão ser destruídas partes do complexo classificado como monumento nacional e colocar em risco o sítio da Idade do Bronze, descoberto no âmbito das obras do futuro hospital universitário".

Johan Veiga Benesch, bolseiro-investigador na UM, afirma ao DM que a sua "sugestão inclui ainda um troço para ligar o hospital à Variante do Fojo e à ligação da Estrada Nacional 103 com o Caminho Municipal 1290, em Gualtar".

O diário bracarense publica também uma breve (ver abaixo) relativa ao anúncio neste blog de que o BE vai questionar a Câmara na próxima Assembleia Municipal sobre as Sete Fontes.


Recorte do DM, onde volta a sair a informação do Forum
http://2.bp.blogspot.com/_RZfzM7pZTos/S ... 0410-5.jpg

Parece que o fórum começa a ter impacto em Braga.
Mais um motivo para acreditarem, que juntos podemos mudar alguma coisa.
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » segunda abr 13, 2009 2:00 pm

Enviei o seguinte email:

De: Carlos Santos
Enviada: segunda-feira, 13 de Abril de 2009 14:58
Para: arqinfo@uaum.uminho.pt; 'avcentral@gmail.com'; amvc@netcabo.pt; 'braga maldita'; Zé de Braga; 'braga@jn.pt'; 'bloco.esquerda@bloco.org'; 'bloco.braga@gmail.com'; 'belem@presidencia.pt'; 'comunica@cm-braga.pt'; 'cultura@cm-braga.pt'; diaseguinte@sic.pt; 'geral@psdbraga.com'; 'gab.presidencia@cm-braga.pt'; 'igespar@igespar.pt'; 'ippar@ippar.pt'; Luís Fernando Oliveira Fontes; 'noticias@jn.pt'; 'Pedro Vila-Chã (JN/djn)'; 'rrio@juntosporbraga.com'; 'reportagem@correiomanha.pt'; redaccao@correiodominho.pt; redaccao@diariodominho.pt
Assunto: PDMB Revisão - Sete Fontes Protecção?



No documento publicado em Maio de 2008 com vista a revisão do PDM, foi revelado um cronograma, que envio em anexo.
Consta desse cronograma as seguintes datas:

-
Nov/Dez 2008 e Jan 2009
Avaliação Intercalar: Reuniões; consulta aos diferentes serviços municipais; exposição; divulgação na Internet; palestras, etc.

Reformulação da Proposta - Mar 2009
Período de Discussão Pública - Abril/Maio de 2009
-

Volto a alertar para o assunto, num momento em que o "site em manutenção" da CMB, parece ter surgido num momento estratégico, e quando se fala da alteração do PDM para a zona das Sete Fontes, contemplando a sua classificação e visando a sua protecção.

Estando o PDMB em pleno período de revisão, parece-me urgente exigir que as diversas fases de revisão já elaboradas sejam publicadas.
Parece-me também evidente a necessidade de as instituições responsáveis, os partidos políticos e a comunicação social interpelarem a CMB nesse sentido.

Este é o momento de exigir que o PDMB seja alterado na zona das Sete Fontes.
Este é o momento de se exigir o verdadeiro Parque Urbano, e não um “pseudo” Parque urbano feito de retalhos, atravessado por viadutos e densamente urbanizado (terrenos à venda na internet, nomeadamente pela empresa JSqimo).

Grato pela atenção dispensada
Carlos Santos



Quem quiser participar...

A imagem em anexo é esta:
Imagem
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » domingo abr 19, 2009 1:46 pm

karlussantus Escreveu:
Boa tarde, segundo o documento publicado pela UAUM, http://www.uaum.uminho.pt/novidades/RAH.pdf , encontrava-se em curso uma intervenção, na Rua Afonso Henriques, n.º 20-28 e Rua de Santo António das Travessas, n.º 1-3, promovida pela ATRITO, Engenharia e Construções, que poderia estar concluída em Janeiro de 2009.

Como entretanto a empresa Atrito publicou:
“Os trabalhos destinam-se a assegurar o registo integral dos vestígios arqueológicos de época medieval e romana já identificados, os quais, apesar de não revestirem interesse de conservação "in situ" e, portanto, não determinarem qualquer impedimento à obra projectada exigem um registo detalhado e rigoroso.”
http://www.atritoengenharia.pt/content. ... ewsID=1553

Tendo depois alterado o texto, e referido o seguinte:
“Da pesquisa Arqueológica no local, salienta-se a existência de um muro romano com interesse de conservação, o qual será musealizado “in situ”.”
http://www.atritoengenharia.pt/content. ... ewsID=1554

Perante as diferentes notícias reveladas pela Empresa, e perante o vasto espólio que a UAUM apresentou no documento acima referido, gostaria de saber se os trabalhos arqueológicos já se encontram concluídos, que achados arqueológicos de valor foram encontrados, e se está prevista a publicação de um relatório dos trabalhos realizados.

Grato pela atenção dispensada,
Carlos Santos


Email enviado à UAUM.

Inicialmente não seriam musealizados, mas entretanto mudaram.
Por coincidencia aconteceu por volta de Nov/Dez, será que as mentalidades estão a mudar?

Quem quiser participar :)


Obtive resposta, a intervenção arqueológica foi concluída em Fevereiro, o espólio depositado no Museu D. Diogo Sousa, e uma parte de um edifício Romano será integrada no Projecto. Prosseguem as obras e o acompanhamento por parte da UM até à integração do edifício Romano no novo edificio, o qual ficará visitável.

A UM vai também publicar o relatório final no seu site, aguardemos para ver que tipo de edifício se trata.
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » quinta mai 07, 2009 4:43 pm

Aqui fica o email enviado às diversas entidades, com as respectivas imagens anexadas.

Enviado para:
arqinfo@uaum.uminho.pt; 'avcentral@gmail.com'; amvc@netcabo.pt; 'braga maldita'; 'bloco.braga@gmail.com'; 'bloco.esquerda@bloco.org'; 'braga@jn.pt'; 'belem@presidencia.pt'; 'comunica@cm-braga.pt'; 'cultura@cm-braga.pt'; diaseguinte@sic.pt; dpo.dpu@cm-braga.pt; 'geral@psdbraga.com'; 'gab.presidencia@cm-braga.pt'; 'ippar@ippar.pt'; 'igespar@igespar.pt'; 'noticias@jn.pt'; 'rrio@juntosporbraga.com'; 'reportagem@correiomanha.pt'; redaccao@diariodominho.pt; redaccao@correiodominho.pt; aspa@aspa.pt; geral@juntasvictor.pt; info@jovemcoop.com

Texto com imagens em anexo inseridas
Venho por este meio informar e alertar as instituições responsáveis para a necessidade de alteração do actual projecto urbanístico das Sete Fontes, apresentado pela Câmara Municipal de Braga (CMB).

Como é evidente face aos factos acumulados ao longo dos últimos 35 anos, as Sete Fontes não tiveram a protecção devida por parte da autarquia. Além da destruição da fonte que fazia o abastecimento à cidade, e que se encontrava no Largo São Francisco, desconhece-se em que estado se encontram as galerias a partir da Rua do Areal, zona em que o sistema cruza a circular construída na década de 90, até à zona do Largo de São Francisco.
Em 1995 a Câmara Municipal permitiu também a destruição de uma mãe de água e de parte do complexo, para a construção de um edifício residencial.
A adicionar a estes factos, temos a Planta de Ordenamento de 2001, a qual tinha como urbanizável toda a zona do Complexo das Sete Fontes. Dando continuidade ao que tinha sido construído na década de 90. Como se pode observar na imagem em anexo, obtida através da sobreposição da planta de ordenamento com a imagem em satélite disponibilizada pelo Google Earth. (Imagem: “Sete Fontes PI”)

--
Imagem
--


Contudo com a classificação das Sete Fontes, e com a crescente pressão da comunidade, a CMB apresentou um projecto para a zona das Sete Fontes, o qual prevê um Parque Urbano, a Nova Variante de “Gualtar”, diversas novas rodovias e várias zonas dadas como urbanizáveis. Tendo sido o projecto enviado ao IGESPAR.
Apesar de ser evidente que:
- o Hospital Central devia ter utilizado os terrenos adjacentes tidos como urbanizáveis e que não invadiam a zona de Protecção das Sete Fontes;
- a Variante devia também ter sido desviada da zona de protecção e se necessário integrada em parte no projecto do Hospital Central;
-as novas vias de circulação que pretendem criar, deviam ter sido colocadas nas zonas urbanizadas na década de 90, nas zonas urbanizáveis da Planta de Ordenamento de 2001, e fora da área de protecção do imóvel.

Contudo, resta-nos lidar com o estado actual dos acontecimentos, e tentar alterar o que ainda é possível alterar, com o intuito de proteger o património e criar zonas de lazer e de atracção turística que representam mais valias únicas para o município.
Este facto é muito mais importante do que criar pequenas zonas residenciais, que representam uma perda acentuada do valor que pode ser obtido com o novo Parque Urbano e com as devidas infra-estruturas de apoio e de valorização de todo o complexo.
Em anexo pode ver-se o actual projecto da CMB, e os restantes dados obtidos da Planta de Ordenamento de 2001. (Imagem: “Sete Fontes PA”)

--
Imagem
--


Face ao projecto apresentado pela CMB, torna-se evidente que as áreas tidas como urbanizáveis que invadem a zona de protecção têm que ser consideradas inadmissíveis, uma vez que se trata de uma zona densamente urbanizada, e não existe qualquer motivo para se invadir ainda mais, a zona de protecção.
Os novos arruamentos que pretendem criar dentro da zona de protecção são também de utilidade duvidosa, pelo que seria possível obter uma infra-estrutura rodoviária adequada, através da melhoria desta, nas zonas já urbanizadas, que se encontram na periferia do futuro Parque e respectiva zona de protecção. Principalmente a Nordeste tida como urbanizável, e na zona Sudoeste onde pode e deve ser reforçada a ligação entre os dois lados divididos pela “Circular Interna”.

Um novo Parque Urbano para ser devidamente aproveitado, tem que possuir todas as infra-estruturas de apoio que permitam que seja não só um local de lazer, mas também uma zona de atracção turística para o município, entre outras necessita de:
- um Museu que abranja o tema da água, a história das Sete Fontes, e que integre também todos os achados, de futuros trabalhos arqueológicos, que estão por realizar no local (estudo do abastecimento à cidade Romana, Medieval, e “Barroca”);
- parque de estacionamento;
- infra-estruturas de lazer, como parque infantis, ciclovias, percursos pedonais, espalhados ao longo do parque e que criem várias zonas “ancora”, “portas de entrada no parque”, para as populações que residem ao redor do parque… ;
- Monumento que utilize a captação de água feita pelo complexo das Sete Fontes, com vista a valorização de todo o Parque Urbano;
- etc;

Para que estas infra-estruturas sejam construídas e não se perca o valor do Parque em si, torna-se necessário utilizar as áreas adjacentes à área de protecção, tidas como urbanizáveis, tal como é proposto nas seguintes imagens:
- 1ª imagem (Imagem “Sete Fontes PAM2”), retira a nova rodovia que invade a zona de Protecção, e contem a alteração ao traçado da Variante, diminuindo de forma significativa o impacto desta no Parque Urbano, e retirando-a ao máximo da zona de protecção, utilizando áreas urbanizáveis adjacentes;

--
Imagem
--



- 2ª imagem (Imagem “Sete Fontes PAM1) podem observar-se todas as rodovias propostas pela CMB, mas com o percurso alterado, de forma a reduzir o impacto no Parque Urbano e na zona de protecção.

--
Imagem
--



Em ambas as imagens pode observar-se a melhor localização para as infra-estruturas de apoio (museu, monumento, parque estacionamento, …) , e a inclusão das áreas tidas como urbanizáveis que invadem ou não a zona de protecção, passando a parte integrante do Parque Urbano, onde podem ser instaladas as restantes infra-estruturas de lazer e apoio ao parque, transformando assim um mero corredor verde cruzado por várias rodovias, como é apresentado no plano inicial da CMB, num Parque Urbano mais amplo e consolidado, e com vários pontos de interesse, tanto para a população local, como para todos os munícipes, e turistas.

Apesar de não ser o plano ideal, é fácil verificar, que mesmo mantendo toda a infra-estrutura rodoviária proposta, é possível diminuir o impacto desta na zona do Parque, assim como é possível e necessário libertar amplas áreas do vale, dentro e fora da zona de protecção, com vista a melhoria do Parque, e com vista um futuro estudo arqueológico do local, com amplos benefícios para todos os munícipes.
Na imagem “Sete Fontes PAM1 Sobreposto”, pode observar-se as alterações propostas, tendo o plano urbanístico da CMB sobreposto.

--
Imagem
--



Espero que os dados em discussão mereçam a devida atenção por parte das entidades competentes, e que os interesses particulares pontuais, não comprometam a criação de um Parque Urbano, Museu, Monumento, e área de estudo Arqueológica, que representam uma mais valia evidente para o município nos diversos níveis (patrimonial, histórico, cultural, …).


Já sabem quem quiser participar, só tem que fazer o DL das imagens e coloca-las na mensagem a enviar, não deixem de participar, já todos podemos constatar que se a comunidade se unir, os resultados aparecem.
Força para as novas ideias e "formas de luta", :)
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor karlussantus » sábado jun 27, 2009 12:52 am

Já que os nossos políticos (do Distrito) nada fazem, penso que deviamos criar uma corrente de emails, para os seguintes pontos:
- Ausência de notícias as festas seculares do São João de Braga
- Injustiça na divisão dos fundos comunitários ao nível do QREN e na distribuição do PIDDAC

Aqui fica uma proposta de texto:

A VERDADE DENTRO DO NORTE

A NUTS III Grande Porto, apesar de estar a 75,1% da média Europeia dos 27, conseguiu aceder aos fundos porque ficou camuflada no Norte, isto apesar de ter dimensão superior ao pedido pela UE para NUTS III, enquadrando-se numa dimensão de NUTS II.

Apesar desta artimanha que permitiu aceder aos fundos, e já sendo claramente a região mais rica de todo o Norte, verificou-se nas contas de 2000 a 2007 que a NUTS III Grande Porto, centralizou em média 42,4% dos Fundos comunitários destinados ao Norte, apesar de apenas possuir 3,8% da área, e apenas 34,2% da população.

http://i245.photobucket.com/albums/gg64 ... editar.jpg

Ao mesmo tempo, as regiões mais pobres do Norte têm vários projectos chumbados, por motivos alegadamente alheios.
Isto só acontece porque em Portugal praticamente só Lisboa e Porto têm “peso” político, e porque os políticos do Minho não têm sabido defender a região e as suas centralidades, que se encontram numa politica de anexação por parte do Grande Porto, e de extinção das sedes de decisão local.

A VERDADE DO PIDDAC
E o “roubo” ao Distrito de Braga.
http://i245.photobucket.com/albums/gg64 ... 1_2007.jpg
O distrito tem cerca de 1.100.000.000€ a reaver em relação à média nacional. Isto em apenas 7 anos.
Imagem
karlussantus
Administrador
 
Mensagens: 3621
Registado: quarta fev 20, 2008 6:41 am
Localização: Braga

Re: Formas de Luta

Mensagempor CesarGomes » sábado jun 27, 2009 8:53 am

karlussantus Escreveu:Já que os nossos políticos (do Distrito) nada fazem, penso que deviamos criar uma corrente de emails, para os seguintes pontos:
- Ausência de notícias as festas seculares do São João de Braga
- Injustiça na divisão dos fundos comunitários ao nível do QREN e na distribuição do PIDDAC

Aqui fica uma proposta de texto:

A VERDADE DENTRO DO NORTE

A NUTS III Grande Porto, apesar de estar a 75,1% da média Europeia dos 27, conseguiu aceder aos fundos porque ficou camuflada no Norte, isto apesar de ter dimensão superior ao pedido pela UE para NUTS III, enquadrando-se numa dimensão de NUTS II.

Apesar desta artimanha que permitiu aceder aos fundos, e já sendo claramente a região mais rica de todo o Norte, verificou-se nas contas de 2000 a 2007 que a NUTS III Grande Porto, centralizou em média 42,4% dos Fundos comunitários destinados ao Norte, apesar de apenas possuir 3,8% da área, e apenas 34,2% da população.

http://i245.photobucket.com/albums/gg64 ... editar.jpg

Ao mesmo tempo, as regiões mais pobres do Norte têm vários projectos chumbados, por motivos alegadamente alheios.
Isto só acontece porque em Portugal praticamente só Lisboa e Porto têm “peso” político, e porque os políticos do Minho não têm sabido defender a região e as suas centralidades, que se encontram numa politica de anexação por parte do Grande Porto, e de extinção das sedes de decisão local.

A VERDADE DO PIDDAC
E o “roubo” ao Distrito de Braga.
http://i245.photobucket.com/albums/gg64 ... 1_2007.jpg
O distrito tem cerca de 1.100.000.000€ a reaver em relação à média nacional. Isto em apenas 7 anos.


Força com isso. :good: Se não somos nós (neste caso tu ;) ) quem será?
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

AnteriorPróximo

Voltar para Sociedade e Politica

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes