Bracarae - O fórum de Braga! • Ver Tópico - EcoTópico!

EcoTópico!  

Espaço para discutir as últimas da ciência e tecnologia.

Re:

Mensagempor DoctorDre » sábado nov 14, 2009 11:03 am

Strange Escreveu:MAs a verdade é que estabiliza mesmo e é usada em grandes plataformas petroliferas, que completamente "desligadas" do chão conseguem manter uma posição com desvios minimos....
;)


Vou é tirar o curso de mergulhador... vai dar balurdios com esta história...
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Mensagempor Mr Strangelet » sábado nov 14, 2009 5:49 pm

O Offshore é o futuro!
Tanto em termos de energia das ondas, como eólica. O maior problema do offshore é mesmo a deslocação e montagem, que em termos de ventos, estes são muito mais estáveis.
As renováveis têm tanto por onde se pegar, que o dificil é escolher.
ImagemImagem :FACEPALM: ImagemImagem
Avatar do Utilizador
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5366
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Re:

Mensagempor DoctorDre » domingo nov 15, 2009 12:18 am

Mr Strangelet Escreveu:O Offshore é o futuro!
Tanto em termos de energia das ondas, como eólica. O maior problema do offshore é mesmo a deslocação e montagem, que em termos de ventos, estes são muito mais estáveis.
As renováveis têm tanto por onde se pegar, que o dificil é escolher.


O investimento inicial é grande... mas já foi para os outros meios de criar electricidade... como têm garantias de retorno... certamente esta tecnologia vai dar um salto!
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Re: Ambiente - Discussão Geral

Mensagempor DoctorDre » domingo nov 15, 2009 3:21 pm

Vamos parar de sonhar...

Líderes da Ásia-Pacífico consideram irrealista acordo em Copenhaga
11h20m

O Primeiro-ministro dinamarquês Lars Lokke Rasmussen deslocou-se ao Fórum económico da Ásia-Pacífico (Apec) para negociar a possibilidade de um acordo sobre o clima na cimeira de Copenhaga.

Os membros Apec, nomeadamente a China e os Estados Unidos, consideram "irrealista" esperar que na cimeira de Copenhaga seja conseguido um acordo juridicamente vinculativo, indicou um responsável norte-americano.

Rasmussen, cuja viagem a Singapura não foi anunciada, discutiu esta questão controversa durante um pequeno-almoço organizado à margem da reunião da Apec com 19 líderes, entre os quais os presidentes chineses, Hu Jintao, e norte-americano Barack Obama.

"Os líderes consideraram irrealista esperar que um acordo internacional juridicamente vinculativo seja negociado até à abertura da cimeira de Copenhaga dentro de 22 dias", declarou Mike Froman, conselheiro para a segurança da delegação norte-americana.

Esta posição é essencialmente defendida pela China e pelos Estados Unidos, os dois principais países emissores de gases com efeito de estufa.

Outros países, na Europa e no hemisfério sul, defendem um acordo que force os Estados a cumprirem, a partir de Copenhaga, um objectivo de redução das emissões.

À saída da sua reunião, domingo ao meio-dia, os países Apec devem lançar um apelo ao sucesso da cimeira de Copenhaga.

Mas a sua resolução não deverá evocar um objectivo calculado de redução de 50% das emissões, abaixo do seu nível de 1990 até 2050, como previa o projecto do texto revelado na última semana à imprensa.

"Trata-se de uma questão muito controversa a nível mundial... Se a tivéssemos introduzido no comunicado (final), penso que poderia perturbar o processo de negociação", explicou sábado Yi Xianliang, um responsável do ministério chinês dos Negócios estrangeiros.


Fonte: JN
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Mensagempor Mr Strangelet » domingo nov 15, 2009 4:51 pm

Quanto mais tempo se conseguir adiar os problemas, melhor...Quem cá estiver quando eles aparecerem, que se desenrasque.
Vamos agora sacrificar a nossa riqueza e o nosso crescimento económico á custa das preocupações com o planeta e as gerações futuras. A China e etc quer poluir cada vez mais, para se tornar a maior potência mundial, os estados unidos não querem estes compromissos, porque caso se metessem neste tipo de acordos a economia americana entraria logo na bancarrota.
Convém entreter o pessoal com palavras da moda como "ambiente", "poupança energética", "energias renováveis" para lhes vender produtos que ao fim ao cabo são verdadeiros sumidouros, e enriquecem os mesmos de sempre.
ImagemImagem :FACEPALM: ImagemImagem
Avatar do Utilizador
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5366
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Mensagempor DoctorDre » domingo nov 15, 2009 5:12 pm

Europeus e Japoneses parecem os paizinhos deste povo... os únicos que estão realmente preocupados e decididos a mudar alguma coisa...

É lógico que a China não se pode comprometer... a cada semana nascem mais umas centrais a carvão naquele país... E os States? Esses acham que catástrofes é nos filmes... "Bora ver o 2012..." ... "Ei se é assim que o mundo acaba não vale a pena estar a combater o aquecimento global".

Aliás não sei se viste o video do TEDtalks que pus no Ecotópico, o próprio gajo diz que "muita gente sofre com as mudanças... mas há Nações que ganham..."

Como diz o Shai Agassi (CEO da Better Place) se os EUA gastassem o equivalente a 1 mês de importações de petróleo para aquele país, daria para cobrir todo o país com a rede viária eléctrica que a Better Place propõe. ZERO emissões de carros num ápice...

A China é que devia investir nestas novas ideologias... já que está na fase de desenvolvimento do país...

Enfim... vamos pelo menos ter na Europa a consciência tranquila... e não nos poderão apontar o dedo... fizemos esforços para cumprir Quioto, estamos a forçar um tratado de Copenhaga... não estou a ver que mais possamos fazer!
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Mensagempor mister B » domingo nov 15, 2009 11:34 pm

Pena que as consequencias serao iguis para todos e nao piores para os estados que se recusam a tentar baixar os niveis de poluicao.
I love Braga
mister B
Arcebispo
 
Mensagens: 1474
Registado: sábado jul 05, 2008 9:27 pm

Re: Ambiente - Discussão Geral

Mensagempor DoctorDre » segunda nov 16, 2009 11:13 am

Ora toma lá... :shock:

Pintar os andes para salvar gelo
por PEDRO VILELA MARQUES

Imagem

Uma organização não governamental propõe uma solução no mínimo pouco ortodoxa para resolver o degelo dos glaciares nos Andes peruanos: pôr os agricultores locais a pintar de branco 3 mil quilómetros quadrados de montanhas, uma forma de reflectir os raios solares e evitar o aquecimento das rochas. Projecto ganhou concurso de ideias para salvar o mundo

O prognóstico é conhecido e aterrador: os glaciares situados debaixo das rochas a 5500 metros de altitude nos Andes peruanos diminuíram 22% nos últimos 30 anos e, a este ritmo, podem desaparecer em 2020. Mas agora a organização não governamental Glaciares do Peru propõe uma solução no mínimo pouco ortodoxa para o problema - pôr agricultores locais a pintar de branco 3 mil quilómetros quadrados da cordilheira, forma de reflectir os raios solares e evitar o aquecimento das montanhas.
"Pinta-os de branco." A mensagem inicial na página da Internet do grupo ambientalista não deixa margem para dúvidas sobre a empresa que pretendem levar a cabo nos próximos anos. "Para diminuir a radiação ultravioleta no solo, propomo-nos a proteger grandes extensões de superfície rochosa sem gelo acima dos quatro mil metros, com um composto feito à base de cal e cimento branco que tem a consistência de uma pintura", pormenorizam os responsáveis pela ideia. Tudo feito tendo em conta os ensinamentos da física, que demonstram que a cor branca reflecte o calor e não o absorve.
O método é explicado pelo director da ONG ao El Mundo. "Por causa do aquecimento global, as rochas ficam sem gelo e a sua cor escura aumenta a temperatura da montanha, gerando um círculo vicioso. A rocha absorve o calor e o glaciar derrete-se mais rapidamente. Ao colocarmos uma base branca, a rocha não absorve calor e o gelo perdura", diz Miguel Flores, que quer apenas que o degelo decorra "no seu ritmo natural".
Apesar de pouco convencional, o projecto convenceu o júri do concurso "100 ideias para salvar o planeta", que o considerou a melhor proposta de entre outras 1755. O prémio de 200 mil dólares (cerca de 135 mil euros) vai permitir cumprir a primeira etapa do plano - o fabrico deste composto especial, que a Glaciares do Peru assegura ser inofensivo para o ambiente, custa cerca de 3350 euros por hectare - pintar o topo do monte Razuhuillca (situado a 5200 metros de altitude), com recurso "ao uso intensivo de mão-de-obra da montanha", mas também com a ajuda de voluntários, estudantes e até turistas.
No entanto, para concretizar a pintura dos três mil quilómetros quadrados, a organização vai precisar de bem mais do que a boa vontade dos trabalhadores, o que a leva a pedir "donativos de empresas, artistas e todos quantos se queiram juntar a esta aventura". Se o conseguirem, "será reparado, por exemplo, o dano provocado pelo gases emitidos diariamente pelos carros nos Estados Unidos", adiantou Miguel Flores.


Fonte: DN
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Mensagempor AntonioPinto » terça nov 17, 2009 2:52 pm

Atenção que antes das energias renovavais é preciso averiguar outras situações!
Actualmente a capacidade de produção de Portugal, é reduzida para metade ao chegar ao consumidor, ou seja.
Durante o percurso da transformação até à sua utilização dissipa-se metade da energia! SIM é verdade..
Ora se fosse investido mais dinheiro na rede energetica em vez de se andar a plantar ventoinhas em tudo o que é montanha (eu sei que dá jeito à DST e companhia, mas começa a ser demais... ) com a actual capacidade de produção teriamos o dobro do resultado... ;)
E esta hein? :P

Averiguem :P http://www.aumea.uminho.pt/
Estudo realizado pela AUMEA. A nossa Universidade é Grande ;)
Conheciam a AUMEA?
Imagem
Avatar do Utilizador
AntonioPinto
Administrador
 
Mensagens: 1887
Registado: sexta Oct 31, 2008 3:46 pm
Localização: Priscos - Braga

Mensagempor DoctorDre » terça nov 17, 2009 3:53 pm

Talvez a factura dos utentes tb fosse para metade... :)
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Mensagempor jcmarques » domingo nov 22, 2009 11:59 pm

mas será viável, dependendo das costas, o mar não esta todo o dia calmo, a dias com ondas muito grandes, acham que estas plataformas podem aguentar a força da natureza?? se for bom para o planeta então que apostem.
Imagem
Imagem
Avatar do Utilizador
jcmarques
Cardeal
 
Mensagens: 2463
Registado: terça abr 22, 2008 8:48 am
Localização: Braga

Mensagempor DoctorDre » quarta dez 02, 2009 6:55 pm

Pasmem...

Dinamarca dá 27 mil euros na compra do carro eléctrico

A Dinamarca está a «dar cartas» no lançamento do carro eléctrico. O plano do Governo é dos mais ambiciosos, pretendo dar um apoio de 40 mil dólares (cerca de 26,6 mil euros) na compra do veículo, de acordo com o «New York Times».

É um facto que o tema do carro eléctrico tem sido mais motivo de conversa do que acção e apenas alguns destes automóveis vão «a caminho» da Dinamarca. No entanto, a maior eléctrica daquele país, a Dong Energy, está agora a trabalhar com a Better Place, de Silicon Valley, num projecto de «start-up». Com um esforço de 100 milhões de dólares, as empresas esperam ligar os postos de carregamento do país, bem como as estações de serviço que vão trocar as baterias dos carros em apenas alguns minutos.

Cada carro eléctrico vai ter um abate de impostos de, pelo menos, 26,6 mil euros e o estacionamento para estes veículos vai tornar-se gratuito no centro de Copenhaga.

Ainda assim, apesar da Dinamarca que ser um dos países mundiais com maior consciência ambiental, o cepticismo acerca deste plano é latente. De acordo com o «NY Times», ainda não é claro que os compradores de carros possam ser persuadidos, em larga escala, a fazer a mudança para um motor eléctrico.

Além da Dinamarca, a Silicon Valley está ainda a testar a introdução deste veículo sustentável em Israel. Desta forma, os dois países vão servir de cobaia para perceber se a ideia de que motores e baterias eléctricas podem suplantar os tradicionais.
Em Portugal, a realidade é bem diferente. O Governo anunciou que seriam dados incentivos de até 5 mil euros na compra de um carro eléctrico e de 1.500 euros na troca de um automóvel com motor térmico por um eficiente.

De referir que Silicon Valley é uma região na Califórnia, EUA, onde se encontra um conjunto de empresas, desde os anos 50, com o objectivo de gerar inovações científicas e tecnológicas.

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/emp ... -1728.html
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Mensagempor mister B » quinta dez 03, 2009 1:20 am

Nao acredito!
Praticamente dao um carro gratis (se for um economico)?!!
Deve ser um daqueles esquemas que qualifica apenas se tiver isto, com aquilo, fazer aquilo, comprar daquele, subscrever aquilo, submeter-se a isto.
E estacionamento gratuito?? Claro que limitados aos lugares existentes que serao uns 20....
I love Braga
mister B
Arcebispo
 
Mensagens: 1474
Registado: sábado jul 05, 2008 9:27 pm

Mensagempor DoctorDre » quinta dez 03, 2009 12:52 pm

Bem Mister... em portugal darão 5.000 + abate aos primeiros 5000 a comprar um carro destes... pode ser que lá seja igual... de qq forma é uma grande iniciativa de arranque!
Imagem
Avatar do Utilizador
DoctorDre
Administrador
 
Mensagens: 4266
Registado: segunda fev 18, 2008 11:53 pm
Localização: AMB

Anterior

Voltar para Ciência e Tecnologia

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron