Bracarae - O fórum de Braga! • Ver Tópico - [Braga] Sete Fontes

[Braga] Sete Fontes  

Espaço para a discussão do urbanismo e novos projectos.

[Braga] Sete Fontes

Mensagempor CesarGomes » sábado mar 01, 2008 4:28 pm

O Instituto Superior de Saúde do Alto Ave (ISAVE) vai criar duas escolas superiores, um centro de estágio e um centro materno-infantil na zona das Sete Fontes, em Braga. Porque a obra crescerá na zona limítrofe do complexo de abastecimento de água à cidade de Braga de elevado valor arqueológico e arquitectónico, aquela instituição está a fazer "afinações" ao projecto inicial, em sucessivas cimeiras com a Unidade de Arqueologia (UA) da Universidade do Minho e o Gespar.

"Pretendemos uma pacífica adequação do projecto ao espaço. Como havia uma parte da edificação que se aproximava da zona de canal, houve a necessidade de rever o projecto. Mas somos nós que queremos fazer tudo em consonância com o parecer da UA", destaca José Manuel Henriques, presidente do ISAVE, lembrando que, para o local, existiu (antes da aquisição pelo ISAVE) um projecto de quatro prédios de grandes dimensões.

Celso Ferreira lembra que, nestas negociações "pretende-se enquadrar o que é pretendido, conciliar o projecto e integrar o património existente, valorizando o próprio projecto". Nas sucessivas reuniões, arquitecto e engenheiro da obra têm trocado opiniões com os elementos da UA (Professor Luís Fontes). De resto, este contacto prevalecerá para além da obra, com garantia que "o património será colocado à disposição de quem o pretende estudar, ou simplesmente visitar". José Manuel Henriques entende que a criação da Escola Superior de Artes, ali, funcionará como uma saída que não existe em Portugal. "Os alunos das secundárias poderão fazer visitas ao local e, vendo a forma exemplar como o património estará exposto, vão ganhar interesse por ingressar no curso de Arquitectura. Será o melhor cartão de visitas".

Celso Ferreira alerta para a importância que o complexo das Sete Fontes tem, lembrando tratar-se de "um legado romano. Uma estrutura com mais de dois mil anos de abastecimento de água à Bracara Augusta. Pretendemos proporcionar o conhecimento e visita ao local, devidamente explicado. Este projecto entronca em questões artísticas que promoverão o próprio projecto", acentuou.

De resto, com os diversos projectos que o Instituto tem ramificados pelo Globo, José Manuel Henriques sonha com a estruturação de "uma rede de mobilidade que envolva professores e alunos no espaço da lusofonia". Nas Sete Fontes serão criadas as condições para um centro de alto rendimento, associado ao andebol, modalidade em que o ISAVE está representado no escalão principal.

IN JN.
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor CesarGomes » sábado mar 01, 2008 4:30 pm

Aqui está um caso para acompanhar de perto. É uma zona muito sensível.
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Zé de Braga » domingo mar 02, 2008 12:29 am

Sinceramente, percebo de onde vem tanto dinheiro. Construções em tudo quanto é sítio, equipe profissional de andebol, campeonatos de futsal, etc, etc....ainda há bem poucos anos se questionava o futuro desta instituição.´
por estranho que pareça, parece navegar em dinheiros. mas de onde vem ele?´
É como diz o ditdo: Quem anhos vende e cabras não tem, de algum lado vem.
Zé de Braga
Presbitero
 
Mensagens: 8
Registado: domingo mar 02, 2008 12:26 am

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Mr Strangelet » segunda mar 03, 2008 12:01 am

É optima a noticia de uma instituiçao de ensino superior ter como intençao criar um novo campus em Braga.
Mas será que nao haveria um sitio pior para instalar este campus?? Uma zona tao sensivel, um patrimonio tao rico e importante para a cidade deveria ser da cidade, e acessivel a todos. O ISAVE argumentou que para esta zona estavam previstas 4 torres residenciais o que seria um crime horrendo, está certo que agora estamos melhor, e mesmo que se preserve o patrimonio (o que eu duvido, pelo menos na totalidade) entendo que este patrimonio nao deveria fazer parte de um campus universitario, mas deveria pertencer á cidade como parque da cidade, jardim botanico...
É obrigação da camara intervir nesta situação, nao tenho ideia da area necessaria para o campus do ISAVE, mas talvez a zona aonde se realiza o enterro da gata fosse uma boa opçao (pena que esta zona também pertence a uma sociedade de empreiteiros... :( )

César, lembro-me que em tempos pos no blog uma proposta para esta zona, a qual adorei e seria o ideal para esta zona, podias posta-la aqui :good: :drink:
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5367
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Plano ameaça as Sete Fontes

Mensagempor CesarGomes » segunda mar 03, 2008 7:58 pm

futuro Parque Urbano das Sete Fontes vai contemplar, pelo menos, duas zonas com aptidão urbanística à periferia da zona de protecção do antigo Sistema de Abastecimento de Água à Cidade de Braga, que data do século XVIII. O estudo-prévio do projecto, a que o JN teve acesso, chama à colação a integridade daquele que é hoje classificado de "património nacional", com a demarcação de novos espaços habitacionais na zona do Areal, junto ao Retail Center, e nas imediações do Colégio das Sete Fontes, na freguesia de S. Vítor.

A pressão urbanística a que tem sido votada, nos últimos anos, toda a zona envolvente às Sete Fontes, não impede, segundo Nuno Alpoim, vice-presidente da Câmara de Braga, "a salvaguarda de toda a monumentalidade" do antigo complexo hidráulico da cidade, que se encontra, de acordo com o Plano Director Municipal (PDM), protegido por uma área de 50 metros para cada um dos lados das fontes e aqueduto subterrâneo.

Tratando-se de terrenos do domínio privado, Nuno Alpoim aponta como alternativa à aquisição dos mesmos para o domínio público - de toda a zona de protecção das Sete Fontes -, a cedência ao privado de áreas periféricas com aptidão urbanística."É um processo em estudo que terá sempre que ter o parecer favorável do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico (IGESPAR)", sublinhou o autarca, cuja solução é contrariada por outras entidades, nomeadamente a Junta de Freguesia de S. Vítor e a Associação de Defesa do Património Natural de Braga (ASPA).

Em causa está, na opinião do autarca bracarense, a possibilidade da Câmara de Braga adquirir os terrenos implantados na zona de protecção das Sete Fontes - uma área estimada em seis hectares - sem recorrer ao investimento camarário, cujo montante, a preços de mercado, nunca seria inferior a cinco milhões de euros.

O JN apurou que, presentemente, os serviços técnicos municipais procedem a "acertos" ao estudo-prévio aprovado pelo próprio IGESPAR, os quais dizem respeito a alterações decorrentes do projecto da nova Variante a Gualtar, de acesso ao futuro hospital de Braga, que, em viaduto superior, atravessa uma área de zona de protecção do património das Sete Fontes.

Nuno Alpoim garantiu ao JN a "protecção total" do património classificado, revelando que, numa segunda fase do processo, as juntas de freguesia afectas às Sete Fontes - S. Victor, Gualtar e Adaúfe - vão ser chamadas a pronunciarem-se, tal como o IGESPAR, na concepção e execução do novo parque urbano.

Este plano - ainda em fase de anteprojecto - vai contra as preocupações de todos aqueles que defendem um "pulmão verde" nas Sete Fontes, cujos espaços, mesmo aqueles fora da zona de protecção, deveriam ser votados ao recreio e lazer. Esta é a posição assumida por Firmino Marques, da Junta de S. Victor, que receia pela "destruição" de um património ímpar da cidade.

IN Jn.
Mais uma vez o JN trás noticias ao povo, já os jornais de Braga parecem folhas informativas. %)
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Mensagempor CesarGomes » segunda mar 03, 2008 8:08 pm

50 metros para cada lado, ou seja 100m, e depois horrores de prédios de betão com 7 andares, mas esta gente está doida. E o enquadramento? Que raio de pensamento mesquinho. :dash: :x :fool:
Porra, por mais 40 a 50 metros ocupavam o terreno todo e criam também parques infantis e de desporto, amplos espaços verdes, e um enquadramento natural ao monumento. Não percebo. Agora 100 metros de largura! Decerteza que vão por o monumento no meio de uma avenida, e depois claro que ninguém vai para lá. Afinal quem é o burro que procura descanso no meio de uma avenida. :fool: :o
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

A minha antiga proposta (hoje alterava alguns permenores)

Mensagempor CesarGomes » segunda mar 03, 2008 8:09 pm

Imagem
A proposta baseia-se na construção de um parque verde em torno das restantes três fontes. É essencial preservar o conjunto das sete fontes. O parque além de as preservar, colmatará a falta de espaços verdes e zonas de lazer na localidade. Projectei também os arredores, com o objectivo de integrar o parque.

Avisos:
O projecto foi idealizado, com base nas cartas do PDM de Braga, a olhometro, pois desconheço as dimensões exactas do território, mas, a olhometro, o erro não deverá ser superior a 5 metros, o que poderá inviabilizar certos edifícios. A organização do parque foi feita sem o conhecimento da localização das minas (não confundir com as condutas ou canal), o que pode alterar significativamente a disposição dos elementos apresentados. E por fim, é uma sugestão de um bracarense já farto de assistir, impotente, a tanta destruição do bom património na sua cidade para a edificação de péssimo e de mau gosto património, se é que isso se pode chamar, património.

Descrição:
A via rápida assinalada a vermelho é a variante de Gualtar, tem como objectivo conectar a circular ao hospital e à EN 103 em Santa Lucrécia de Algeiriz. O nó entre esta variante e a circular é a proposta da E.P., como se pode observar a injecção proveniente da variante na circular (sentido Sul Norte) é antes do túnel, e não depois como está actualmente, não admira que fossem roubar terreno aos moradores (nem seguir um projecto sabem). Na minha opinião, quando se construir a variante deve-se reconfigurar o nó para o projecto inicial, eliminando as invenções de joelho existentes. Este nó, de vias rápidas, é bastante delicado, pois não dispõe de grande espaço e é o acesso principal a um hospital central, e é por isso que deverá ser o mais desimpedido possível. Dai ter eliminado a saida (Norte sul) da circular para a rotunda do Feira Nova, e a entrada (Sul norte) desta para a circular, a existência destes acessos condicionam as rectas de aceleração e abrandamento na parte Sul do Nó. A medida não causará grande impacto, pois a rotunda das piscinas situa-se 800 metros a Sul e o futuro nó do Hospital situa-se a 800 metros a Este.
O edifício assinalado a 1 é o Braga Retail Center. Mais a Nordeste temos o nó do Hospital, não é o nó projectado pela E.P., o nó inicial prevê apenas a ligação à Rua 24 de Junho e à Rua Quinta da Armada. Projectei uma avenida que inicia-se entre hospital e E.C.S., passando pela variante, com um semi-nó de Trevo (passagem proibida a peões para facilitar a entrada das ambulâncias), um pequeno viaduto sobre o canal das Sete Fontes, e terminando no bairro das Sete Fontes. A passagem pedonal está mais a Sul, inicia-se na rotunda do Hospital e termina em frente da entrada do parque. Entre o prolongamento da rua da Quinta de Passos, a Sudoeste da nova avenida e entorno do canal das sete fontes proponho um pequeno parque desportivo, com um campo de futebol, três campos de basquetebol, dois campos de ténis, um parque infantil e um campo de voleibol de praia (piso em areia).
Os edifícios residenciais são do tipo vivendas em banda, excepto os assinalados a 2. Estes últimos são do tipo apartamento, em que a sua altura deve conjugar com os edifícios circundantes, por exemplo os do bairro da Alegria deverão ter no máximo 3 pisos (2 andares). O hospital e a universidade movimentará milhares de pessoas por dia, existe assim a necessidade de oferecer serviços de apoio a essa população. Bancos, correios, restauração, farmácias, sector de saúde externa ao hospital, entre outros, são alguns exemplos. Os edifícios de comercio, serviços e escritórios são edifícios exclusivos para estas actividades, ou seja, não possuem apartamentos residenciais. Sugiro fachadas de vidro, uma vez que a cidade é pobre neste estilo e obesa em betão. A zona 5, dada a sua localização, poderá ser ocupada por parques de estacionamento ao ar livre.
Por fim o parque, com cerca de 9 hectares (a olhometro), em torno das três fontes de junção. Uma fonte, a Noroeste, situa-se no terreno do colégio das Sete Fontes. A fonte da cota mais alta situa-se já dentro dos terrenos do hospital, espera-se que a preservem (uma praça em torno desta é um boa ideia), a seguinte fonte, baixando de cota, ficará debaixo do viaduto (solução encontrada pela E.P. e M.C. para minimizar o impacto) da variante. A última fonte de junção, mais baixa na cota, foi destruida, com o consentimento da Câmara Municipal, para a edificação, mais um, prédio de fraca qualidade. O edifício situado dentro do parque, ao lado do lago, albergaria um bar a concessionar, uma delegação da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (conhecidas como bibliotecas de jardim) e um pequeno centro interpretativo das Sete fontes e aquedutos de água (tema geral). O caminho assinalado a 3 é um troço pedonal inspirado nas estradas romanas, que termina no topo do parque e onde poderia ter algumas cópias dos marcos milenares. A famosa Geira passava nesta localidade, hoje rua Rafael Bordalo Pinheiro. Este caminho seria uma lembrança dessa estrada já desaparecida no concelho de Braga. A zona 4 exemplifica um possível jardim.
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Mr Strangelet » segunda mar 03, 2008 8:41 pm

Como é isto, num dia sai a noticia de que o terreno pertence ao ISAVE e ali vai ser um campus, e no outro uma noticia de que a camara tem um projecto de um parque ali?? Decidam-se...se a camara realmente tem alguma coisa planeada pra ali que se mexa rapidamente e nao deixe o processo desenvolver-se!

Realmente esses 50metros para cada lado nao dao em nada e sao muito pouco claros...Para lá dos 50 metros, O betão saberá o que fazer...Epa, ja temos casas a mais, 15000 pelo que tem saido nas noticias, podia-se abrandar esta furia de construçao, e dirigir as preocupaçoes principalmente principalmente para os equipamentos e urbanismo
Uma coisa que também nao me agrada é a variante passar em viaducto por parte da area protegida, primeiro porque da um ar completamente suburbano, e depois porque um parque debaixo dum viaducto tambem nao me parece grande ideia...Mas se essa for a unica soluçao com vista a nao afectar o patrimonio, que seja!

Sempre gostei dessa tua proposta :good:
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5367
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor CesarGomes » segunda mar 03, 2008 9:13 pm

Mr Strangelet Escreveu:Como é isto, num dia sai a noticia de que o terreno pertence ao ISAVE e ali vai ser um campus, e no outro uma noticia de que a camara tem um projecto de um parque ali?? Decidam-se...se a camara realmente tem alguma coisa planeada pra ali que se mexa rapidamente e nao deixe o processo desenvolver-se!

Realmente esses 50metros para cada lado nao dao em nada e sao muito pouco claros...Para lá dos 50 metros, O betão saberá o que fazer...Epa, ja temos casas a mais, 15000 pelo que tem saido nas noticias, podia-se abrandar esta furia de construçao, e dirigir as preocupaçoes principalmente principalmente para os equipamentos e urbanismo
Uma coisa que também nao me agrada é a variante passar em viaducto por parte da area protegida, primeiro porque da um ar completamente suburbano, e depois porque um parque debaixo dum viaducto tambem nao me parece grande ideia...Mas se essa for a unica soluçao com vista a nao afectar o patrimonio, que seja!

Sempre gostei dessa tua proposta :good:

Bem visto :good:.
Nesta altura a cidade precisa é de equipamentos, infra-estruturas, serviços e acima de tudo oferta de empregos (principalmente qualificados).
O parque verde das Sete Fontes vinha mesmo a calhar. Ainda por cima à beira de um hospital, universidade, uma das zonas mais densamente habitadas no Norte de Portugal (S. Vicente, que não possui zonas verdes), preservação de um monumento nacional, etc, enfim só motivos para construir o tal parque... mas parece que os responsáveis tem palas... :fool:
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Pampra » quarta mar 05, 2008 1:35 am

O Secretariado Concelhio de Braga do Bloco de Esquerda diz que a construção de duas áreas urbanizadas no Parque das Sete Fontes vai contra o desenvolvimento sustentável da cidade.

João Delgado, do BE, diz que naquela zona deveria ser construído o que faz falta ao concelho, ou seja, um parque ecológico, numa zona que está no limite urbano da cidade e que deve ser preservada.

Em comunicado, o Secretariado Concelhio de Braga do Bloco de Esquerda apela ainda à união de todos os bracarenses para a defesa das Sete
Fontes
.

Também o Partido Ecologista os Verdes já se pronunciou em relação à eventual construção de duas áreas urbanizadas no Parque das Sete Fontes.

Diz Celso Ferreira que sendo praticamente inviável a criação no local de um parque da cidade deve-se agarrar para o local um projecto que seja um mal menor e aproveitar os investimentos privados para enaltecer o património das Sete Fontes, um projecto que traga também uma mais valia para a freguesia ao nível do desenvolvimento.


in antena-minho
Imagem
Avatar do Utilizador
Pampra
Bispo
 
Mensagens: 113
Registado: terça fev 19, 2008 12:27 am
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Pampra » quarta mar 05, 2008 1:43 am

O ISAVE explica hoje em conferência de imprensa, o projecto do futuro Campus Educacional para o Colégio das Sete Fontes em Braga.

O ISAVE diz que esta conferência de imprensa serve para esclarecer dúvidas e desmentir alegadas notícias que têm vindo a público, e que não são verdadeiras, sobre a valorização do Campus das Sete Fontes.

De acordo ainda com o Instituto Superior de Saúde do Alto Ave, o projecto para o Campus Educacional Sete Fontes, valoriza todo património existente na zona envolvente do colégio.

Na conferência de imprensa marcada para as três da tarde, para além do presidente do Colégio Sete Fontes, José dos Santos, vão estar também presentaes, o arquitecto responsável pelo projecto, Fernando Jorge, e o arqueólogo Celso Ferreira.
in antena-minho
Imagem
Avatar do Utilizador
Pampra
Bispo
 
Mensagens: 113
Registado: terça fev 19, 2008 12:27 am
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Pampra » quarta mar 05, 2008 1:44 am

Está confuso! Vamos esperar para ver... %)
Imagem
Avatar do Utilizador
Pampra
Bispo
 
Mensagens: 113
Registado: terça fev 19, 2008 12:27 am
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor raul rodrigues » quarta mar 05, 2008 8:08 pm

As Sete Fontes já têm minas que cheguem. Não fiquem espantados com o desenlace final.
raul rodrigues
Presbitero
 
Mensagens: 45
Registado: terça fev 19, 2008 11:44 pm
Localização: Braga

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor Mr Strangelet » quinta mar 06, 2008 10:23 pm

Cá esta o que falei no post anterior....uns nao sabem das intençoes dos outros...:|
E depois sai borrada... :x
Mr Strangelet
Cardeal
 
Mensagens: 5367
Registado: segunda fev 18, 2008 7:18 pm
Localização: Minho

Re: Isave cria campus nas Sete Fontes

Mensagempor CesarGomes » quinta mar 06, 2008 11:19 pm

Estou à espera que saia o dito projecto do isave para zona. Eles até se comprometem a reconstruir a fonte destruída e um eco museu da agua. Até lá.... espera-se... Eu não acredito em nd que a CMB diz... :no:
Avatar do Utilizador
CesarGomes
Cardeal
 
Mensagens: 3261
Registado: domingo fev 17, 2008 9:54 pm
Localização: Braga

Próximo

Voltar para Projectos e Urbanismo

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante